SOF abrirá em fevereiro inscrições para cursos a distância

0 41
À partir de fevereiro servidores públicos e interessados em aprender sobre Orçamento Público e temas relacionados terão a oportunidade de fazer cursos a distância sem nenhum custo. A Secretaria de Orçamento Federal do Ministério do Planejamento (SOF/MP), por meio da Escola Virtual SOF abrirá cinco cursos para preencher até 2 mil vagas para cada curso. As inscrições devem ser feitas no site da Instituição.
 

Os cursos disponíveis são: Orçamento Público – com tutoria (carga horária de 70 horas); Básico em Orçamento Público (20 horas); Lei de Diretrizes Orçamentárias para Municípios (50 horas) e Federalismo no Brasil (25 horas). Os interessados podem se inscrever do dia 3 ao dia 8 de fevereiro, com exceção do primeiro curso que terá prazo de inscrição diferenciado, de 24 a 27 do mesmo mês. 

De acordo com a Coordenação de Educação e Disseminação Orçamentária da SOF, desde 2008 foram capacitadas mais de 15 mil pessoas nos cursos da Escola Virtual SOF, sendo que 6.300 fizeram o Curso Básico de Orçamento Público, que é o mais procurado. Em 2014, 1.550 pessoas concluíram o curso de Orçamento Público; 1.650 fizeram o Curso Básico de Orçamento Público e a novidade é que no meio do primeiro semestre foi aberto o curso de Lei de Diretrizes Orçamentárias – LDO para Municípios, solicitado a partir de grande demanda externa.

O curso com tutoria é, preferencialmente, direcionado para servidores públicos da área de orçamento, mas também se destina a profissionais de órgãos parceiros como o Banco do Brasil, Advocacia-Geral da União e Escola de Governo do Mato Grosso do Sul e sociedade em geral.

Para se matricular, o interessado precisa entrar no site da Escola Virtual (ead.orcamentofederal.gov.br), clicar no curso escolhido e fazer o cadastro.

A ESCOLA 

A Escola Virtual SOF promove educação a distância e a transferência de conhecimento, por meio da internet, disponibilizando cursos de forma a qualificar servidores públicos de todas as esferas de governo para interpretação, elaboração e execução do Orçamento Público. Alem disso, a intenção é instruir a sociedade para ampliar a participação no controle sobre os gastos públicos.