Em assembleia geral, associados da Assecor deliberam sobre possibilidade de greve da categoria

0 26

A Assecor promoveu nesta segunda-feira (03/01), por meio de videoconferência, a primeira assembleia do ano. Os associados presentes debateram indicativo de greve diante da possibilidade de recomposição salarial apenas para algumas categorias do serviço público federal.

Por unanimidade ficou decidido manter a Assembleia Geral aberta (permanente) com indicativo de greve em pauta enquanto são feitas tratativas com o Governo Federal. Ofícios serão enviados para a Secretaria de Orçamento Federal (SOF), SGP, Secretaria Especial do Tesouro e Orçamento, Ministério da Casa Civil, Ministério da Economia e Secretaria de Governo da Presidência da República, solicitando respostas sobre a recomposição salarial, considerando que os servidores federais estão com remuneração congelada desde janeiro de 2019, contra alta projetada do IPCA de 26,3% e do IGP-M de 64,8% no período 2019-2022; sobre a regulamentação do Sistema de Planejamento e de Orçamento Federal; e sobre o aperfeiçoamento das regras de mobilidade da Carreira de Planejamento e Orçamento.

Também ficou decidido a adesão ao Dia Nacional de Mobilização, marcado para 18 de janeiro, e que serão avaliadas junto aos servidores da carreira a entrega coletiva de cargos e a adoção de outras medidas referentes à gestão do orçamento de 2022.

Próximas reuniões da assembleia serão convocadas assim que surgirem fatos novos nas tratativas com o governo.