Em parceria com a Assecor, Metrópoles realiza debate sobre a Reforma da Previdência

0 28

Realizado pelo grupo de comunicação Metrópoles e com parceira da Assecor, aconteceu ontem (27), o debate MTalk: Reforma da Previdência, no Teatro dos Bancários (Asa Sul). O evento contou com a participação dos deputados federais Marcelo Ramos, presidente da Comissão Especial da reforma da Previdência; e o deputado Professor Israel. Além de Eduardo Fagnani, professor da Unicamp; Denise Gentil, professora de economia da UFRJ; e Rogério NagamineCostanzi, subsecretario do Regime Geral de Previdência Social do Ministério da Economia.

O deputado Professor Israel destacou as emendas protocoladas pelo Fonacate e acatadas no relatório favorável à PEC 06/2019 (Reforma da Previdência). “A capitalização é um modelo que está fadado ao fracasso”, afirma o deputado destacando que a emenda que suprime a capitalização foi aprovada de forma integral.

Já o subsecretario do Regime Geral de Previdência Social do Ministério da Economia Rogério Nagamine ressaltou a importância da Reforma da Previdência. “(A reforma) é necessária para recuperar a solvência fiscal estrutural do estado brasileiro”, explica Rogério. O deputado federal Marcelo Ramos também falou de forma favorável a PEC 06. “Defendo a reforma da Previdência, pois é um importante instrumento de ajuste fiscal”.

Os professores universitários e economistas Eduardo Fagnani e Denise Gentil foram o ponto de divergência no debate. Denise Gentil afirmou que a reforma da Previdência “é uma opressão fiscal sobre os mais pobres”. Eduardo Fagnani também seguiu na mesma linha. “O que você está fazendo (com a reforma da Previdência) é retirar renda dos mais pobres e pobres consomem. Para (o país) crescer você tem que ter renda, tem que ter investimento”, afirma o professor da Unicamp.