Funcionários públicos federais farão pressão salarial em 2015

103
Mais uma pressão é aguardada em 2015. O próximo Presidente da República terá dificuldade para cumprir a promessa de colocar as contas da União em dia. No inicio do próximo ano, funcionários federais receberão a última parcela de um reajuste compromissado em 2012, quando o governo autorizou aumento de 15,8% dividido em três anos.
 
Esse acordo foi bem acolhido na época, mas dois anos de inflação foram suficientes para disseminar a insatisfação entre todas as categorias dos três poderes. O índice inflacionário oficial – IPCA – do triênio deverá atingir 19,35% de acordo com os cálculos do Banco Central. Haverá uma perda de 3,55% nos salários frente à inflação.