Servidores unidos contra a aprovação do PL 1992/2007

201

Mensagem do presidente da ASSECOR:


Caros colegas, analistas e técnicos, inclusive aposentados:

Convoco-os para tomar parte na mobilização que pretende lotar as galerias do Plenário da Câmara dos Deputados na próxima terça-feira, dia 14/02, às 10h.  Os parlamentares que estão do nosso lado têm cobrado a mobilização dos representantes das entidades sindicais e associativas e também dos servidores públicos.

Não podemos nos mobilizar e buscar apoio dos parlamentares apenas quando precisamos aprovar planos de carreira. Os parlamentares, inclusive da base, que se indispuseram com o governo para defender o serviço público e o servidor contra o PL 1992, estão sendo pressionados, precisam do nosso respaldo e de grande número de servidores nas galerias do Congresso Nacional.

Sem mobilização vamos perder todas as batalhas, e são muitas as frentes contra os servidores públicos. Se não demonstrarmos capacidade de ação, o governo ganha força e aprova o que quiser, do PL 1992/07 ao PLP 549 (que congela os salários por dez anos).

Precisamos nos mobilizar, com panelaço, vuvuzela, camisetas, bandeiras e outros instrumentos próprios de uma manifestação pacífica. Ou vamos esperar que cheguemos à situação da Argentina para nos mobilizarmos? A situação é crítica.  O elevado custo de transição da previdência complementar não é apenas financeiro, é sobretudo fiscal.

Se os Poderes ultrapassarem o limite de pessoal fixado pela LRF, o que não demorará para ocorrer, não tem plano de carreira, não tem contratação de novos servidores, nem mesmo para reposição de aposentados e falecidos. Não dá pra apostar na sorte.

O próprio Governo admitiu o risco de descumprimento dos limites de pessoal
http://oglobo.globo.com/pais/governo-admite-mudar-lrf-com-nova-previdencia-de-servidores-3317407

Mas o Ministro da Fazenda logo tratou de sinalizar que não mudará a LRF
http://oglobo.globo.com/pais/mantega-diz-que-lrf-nao-muda-com-nova-previdencia-3327697.

Então os Poderes vão ultrapassar o limite de pessoal. E todos ficaremos sem reajustes por um bom tempo, sabe-se lá por quanto tempo. Não há mágica no plano fiscal.

 assinatura_eduardo_001pb

Eduardo Rodrigues

Presidente da ASSECOR

 

CONFIRME SUA PARTICIPAÇÃO NO E-MAIL PRESIDENCIA@ASSECOR.ORG.BR OU NO CELULAR 9555-0976.

MOBILIZAÇÃO

Data: 14/02, terça-feira;

Local: Câmara dos Deputados;

Horário: 10h;

Informações: 9555-0976, Eduardo Rodrigues, presidente da ASSECOR.

 

Com informações do Sindilegis.