Sociedade civil lança Rosendo Severo para ministro do TCU

0 53

Na última sexta-feira (8/7), o presidente da ASSECOR, Eduardo Rodrigues da Silva, participou de reunião com representantes de entidades da sociedade civil para lançar a campanha do auditor Rosendo Severo à vaga de ministro do Tribunal de Contas da União (TCU).

O auditor federal de controle externo, Rosendo Severo, apresentou-se aos líderes, falou sobre a trajetória que construiu ao longo dos últimos 20 anos em diversas secretárias do TCU, inclusive como secretário-geral de Controle Externo, e ressaltou as motivações que embasam a proposta de sua candidatura. “Desejamos oferecer à Câmara dos Deputados uma opção técnica para o preenchimento da vaga que será deixada pelo Ministro Ubiratan Aguiar. Cumpro os requisitos constitucionais, conheço o controle externo e o TCU, e sou ficha limpa”, afirmou Rosendo Severo, que é engenheiro, especialista em Políticas Públicas, Controle Externo e em Gestão Atuarial e Financeira.

Entre as regras do edital que regula o processo “Indique Seu Candidato a Ministro”, promovido pela Auditar, está previsto o atendimento aos critérios da Lei Complementar nº 135/2010, conhecida como a Lei da Ficha Limpa. Segundo a Auditar, a adoção desses critérios constitui-se em uma forma objetiva e transparente de se aferir o adequado cumprimento da exigência constitucional de “idoneidade moral e reputação ilibada” que o art. 73 da Constituição Federal estabelece como requisito para o preenchimento de uma vaga de ministro do TCU.

Camila Jungles, assessora de comunicação da ASSECOR, com informações da União dos Auditores Federais de Controle Externo (Auditar).

Foto: Auditar.