Assecor assina com o governo acordo para reajustes salarial e do auxílio-alimentação

471

Representantes dos servidores públicos federais e do Governo Federal assinaram, nesta sexta-feira, 24 de março, o Termo do Acordo nº 1/2023, que ratifica a proposta de reajuste da categoria: 9% de aumento salarial para todos os servidores do executivo e o acréscimo de 43,6% no auxílio-alimentação, passando de R$458 para R$ 658.

O presidente da Assecor, Márcio Gimene, alertou que essa é apenas uma etapa das negociações: “É um reajuste que não recupera as perdas de 27% acumuladas nos últimos 4 anos, mas foi o acordo possível no momento. Vamos agora iniciar as negociações referentes ao reajuste que será feito no próximo ano, buscar a equiparação de benefícios com os demais poderes, a retomada imediata dos concursos e a publicação do decreto de regulamentação do Sistema de Planejamento e Orçamento Federal.”

Os reajustes definidos no Termo estão previstos para vigorar a partir do dia 1º de maio. Antes, no entanto, será necessária a aprovação de Projeto de Lei do Congresso Nacional (PLN), a ser enviado pelo Poder Executivo, com o objetivo de alterar o Anexo V, item 5.1, da Lei Orçamentária Anual (LOA) de 2023.