Câmara votará repatriação na segunda e, depois, PEC dos gastos

0 25

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM­RJ), disse que, na próxima semana, as votações na Casa começam pelo projeto que altera normas da repatriação de recursos no exterior. E, somente depois, é que será analisada a PEC dos gastos. Pelo cronograma, a sessão para apreciar esses assuntos será na segunda-­feira pela manhã. Maia voltou a defender a criação de um teto para os gastos públicos. “Outros governos aumentariam o imposto diante de uma crise. Estaríamos votando, na segunda­feira, a volta da CPMF. E eu votaria contra”, afirmou. O presidente da Câmara, contudo, não deu prazo para que os destaques – emendas que podem modificar a proposta – do pré­sal sejam votadas. Declarou apenas que devem ser analisadas na próxima semana, em que haverá um feriado. A Câmara aprovou há pouco, por maioria, o projeto de lei que retira a obrigatoriedade de a Petrobras participar da exploração de todos os campos do pré­sal. “O importante é que a gente sinalizou para sociedade que há maioria consolidada na votação do pré­sal. Mais uma semana ou duas não tem problema. Esse projeto veio do Senado. Assim que terminarmos a votação, ainda em outubro, vai para sanção”, disse.