Governo quer votar LDO e Orçamento ainda neste ano, diz líder na Câmara

0 34

O governo da presidente Dilma Rousseff quer votar ainda neste ano no Congresso Nacional a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) de 2016 e o Orçamento do ano que vem, disse nesta quarta-feira o líder do governo na Câmara, José Guimarães (PT-CE).

O líder disse, no entanto, que caberá ao presidente do Congresso, senador Renan Calheiros (PMDB-AL), decidir sobre a convocação do Congresso no recesso parlamentar do final de ano.

“Nós fizemos uma avaliação lá que era importante votar PPA (Plano Plurianual) e depois LDO, e até o Orçamento. O governo quer votar”, disse Guimarães a jornalistas após participar de reunião de líderes governistas com o ministro da Secretaria de Governo, Ricardo Berzoini.

O líder comemorou, ainda, a decisão do ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), que suspendeu a eleição da comissão especial da Câmara sobre impeachment, na qual o governo foi derrotado na véspera, e defendeu que a Câmara não fique paralisada até uma decisão final do STF, marcada para o dia 16.

“Não é razoável o Congresso Nacional ficar paralisado. Cada qual no seu cada qual. Tem Conselho de Ética hoje e é fundamental que ele conclua a votação hoje, sessão mais tarde, no final da tarde para a noite, e vamos, evidentemente, colocar a Câmara para funcionar”, disse, referindo-se à sessão do Conselho de Ética, que analisa se dá ou não andamento a um processo que pede a cassação do mandato do presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ).