Governo admite dificuldade de atingir meta fiscal em 2014

119

O chefe do Departamento Econômico do Banco Central, Tulio Maciel, reconheceu, ontem, que o governo está mais distante de atingir sua meta fiscal. No primeiro semestre, o superávit primário do setor público foi o menor em 12 anos. Para Maciel, os déficits de maio e junho tornam a obtenção da meta mais distante.

“Exigirá esforço maior do governo para obtê-la”, disse. “Isso não significa que não seja possível alcançá-la. O Tesouro (Nacional) trabalha nesse sentido”, completou. Questionado sobre o que permitirá o cumprimento da meta, Maciel afirmou que se trata de um esforço de execução orçamentária e que a questão deve ser endereçada ao Tesouro Nacional.