Servidores querem apoio para aprovar MP que libera sindicalistas

181

Representantes de 6 centrais sindicais e 20 associações e sindicatos de servidores públicos federais, estaduais e municipais visitaram ontem o presidente do Senado, Renan Calheiros. Eles pediram a aprovação da Medida Provisória (MP) 632/2013, que permite liberar o servidor para mandato classista com ônus para o poder público.

De acordo com Renato Dias, da Federação Nacional dos Policiais Rodoviários Federais, essa dispensa “permite a organização dos trabalhadores sem represália, fortalece a atuação sindical e a articulação da categoria”. Renan recebeu de Lineu Mazano, da Nova Central, um documento pedindo a aprovação da MP.

Participaram da reunião Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM), Alvaro Dias (PSDB-PR), Humberto Costa (PT-PE), Inácio Arruda (PCdoB-CE), Waldemir Moka (PMDB-MS) e a deputada federal Luciana Santos (PCdoB-PE), além de representantes da Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB), Nova Central, Central Única dos Trabalhadores (CUT), Força Sindical, Central Geral dos Trabalhadores do Brasil (CGTB), Central dos Sindicatos Brasileiros (CSB) e União Geral dos Trabalhadores (UGT).