Petrobras aprova orçamento de capital de R$ 69,726 bi para 2014

133

Petrobras informou na noite desta quarta-feira (2) que foi aprovado em assembleia geral ordinária um orçamento de capital de R$ 69,726 bilhões para 2014, seguindo proposta da administração.

Desse total, R$ 69,545 são investimentos diretos e R$ 181 milhões, inversões financeiras (que é um aporte de capital a outras empresas).

Desse total de investimentos, 62,67% destinam-se à area de exploração e produção, 26,43% à área de abastecimento, 9,13% à área de gás e energia e 1,77% às outras áreas de negócio.

Durahte essa assembleia geral extraordinária, ainda foi fixada uma remuneração global a ser paga aos administradores da Petrobras em até R$ 18,5 milhões, referente ao período de abril de 2014 a março de 2015.

Produção
Em fevereiro, a produção média no pré-sal, nas bacias de Santos e Campos, atingiu a média mensal recorde de 385 mil barris/dia, 7,5% acima do recorde anterior, registrado em janeiro (358 mil bopd). Segundo a Petrobras, no dia 27, foi batido o recorde diário de extração do pré-sal, com 412 mil barris/dia.

A companhia destacou que no dia 17 de março entrou em produção, no Parque das Baleias, na porção Capixaba da Bacia de Campos, a plataforma P-58, por meio do poço 7-BFR-7-ESS, e que dois novos poços de igual potencial deverão entrar em produção no mês de abril.

Segundo a Petrobras, também no mês de março, iniciou-se a produção do poço JUB-45, conectado ao FPSO Capixaba, com potencial de produção de 18,5 mil bopd.

“Ainda no primeiro semestre deste ano, começarão a produzir, no pós-sal da Bacia de Campos, as plataformas P-62, no campo de Roncador, com capacidade de 180 mil bopd, e a P-61, no campo de Papa-Terra”, informou a companhia. “Essas plataformas contribuirão para o crescimento sustentável da produção ao longo de 2014 de 7,5% +/- 1%, conforme previsto no Plano de Negócios e Gestão 2014-2018”, acrescentou.