Congresso em Foco: quanto custa um deputado federal no Brasil?

145

Boa noite, Thiago Matheus! Boa noite ouvintes aqui do Agito! Hoje vamos falar de um tema que volta e meia surge nos noticiários, mas que raramente recebe a devida atenção da sociedade: vocês aí sabem quanto custa um deputado federal no Brasil?

Claro que a resposta é: custa caro demais. Mas, caro, quanto? Estimulado pelas recentes manifestações nas ruas que pediam menos despesas para a manutenção da máquina pública, o site Congresso em Foco resolveu fazer as contas e chegou a números que são impressionantes.

Cada deputado federal custa à sociedade brasileira, por baixo, nada menos que mil e quatrocentos reais a cada dia útil. Entre salários, verba para despesas de trabalho e recursos para pagar salários de assessores, um único deputado custa 140 mil reais mensais, ou astronômicos 1 milhão e oitocentos mil reais por ano. Querem mais?
A Câmara dos Deputados gasta perto de um bilhão de reais por ano só para bancar a manutenção do mandato dos 513 deputados.

Claro que isso não tem razão de ser. Principalmente quando comparamos esses números com os de parlamentares de países onde a cidadania é mais evoluída. Segundo pesquisa da revista inglesa “The Economist” divulgada semana passada, dentre as 29 maiores economias do mundo, o Brasil aparece como o quinto que mais paga aos seus deputados, à frente de Canadá, Japão, Noruega, Alemanha, Israel, Reino Unido, Suécia, França e Espanha, dentre outros.

Mas a situação é ainda pior, segundo o site Congresso em Foco, pois nossos parlamentares ainda recebem uma série de privilégios, que os tornam ainda mais caros para o bolso dos brasileiros. É o caso de ressarcimento ilimitado de despesas médicas, passagens aéreas, ajuda de custo, auxílio-moradia, impressão anual gratuita de 200 mil páginas e verba de gabinete para até 25 funcionários.

Vale a pena conhecer aqui no www.avozdocidadao.com.br a reportagem especial do Congresso em Foco sobre o custo dos deputados no Brasil. E também um divertido vídeo sobre o tema feito por um publicitário mineiro, onde é feita uma constatação grave. Recebendo muito ou pouco, o fato é que nossos parlamentares não produzem com a qualidade que a sociedade espera deles.

E lembrem-se: votar com consciência é importante. Mas mais importante ainda é fiscalizar e cobrar dos políticos eleitos a correta aplicação do dinheiro público. Pensem nisso.