Assecor

Encontro da I Conferência ARCA debate sobre Mulheres Negras Periféricas: desafios e caminhos para o desenvolvimento sustentável e inclusivo

 

O IV encontro da “Conferência ARCA: o Brasil pode mais”, realizado ontem (1), abordou o tema “Mulheres Negras Periféricas: desafios e caminhos para o desenvolvimento sustentável e inclusivo”, com o intuito de discutir a necessidade de se construir uma democracia pela perspectiva racial e de gênero.

O evento foi transmitido através do Facebook e Youtube da Articulação Nacional das Carreiras para o Desenvolvimento Sustentável (Arca) e contou com a presença da coordenadora da ONG Criola, Lúcia Xavier, e da co-fundadora da Mahin Organização de Mulheres Negras, Vilma Reis. Representando a Assecor, a analista de planejamento e orçamento Clara Marinho foi responsável pela moderação da mesa.

Durante a reunião, os problemas estruturais que prejudicam a população negra periférica no país, em especial, as mulheres negras, e como esses problemas se agravaram com a pandemia do novo coronavírus foram abordados durante o encontro. Outro ponto tratado pelas participantes foi a definição da alocação de recursos públicos a partir das necessidades de redução das desigualdades de raça e gênero.

A Conferência compõe um processo participativo que, por meio de aproximadamente 10 encontros sucessivos, tem como intuito abordar temas e desafios a um projeto de desenvolvimento sustentável e inclusivo para a sociedade brasileira. Ao final do ano, será publicado um documento decorrente das discussões que poderá ser utilizado como subsídio programático para o debate eleitoral em 2022.

Perdeu o 4° encontro da “Conferência ARCA: o Brasil pode mais”? acesse e assista na íntegra: https://youtu.be/Q5WaC3VE9wo

Comentários por Disqus