Assecor
Assecor

Login

Presidente em exercício, Rodrigo Maia sanciona Orçamento da União.

Projeto aprovado em dezembro pelo Congresso prevê déficit de R$ 139 bilhões

POR CATARINA ALENCASTRO

O  presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ) - Ailton de Freitas/Agência O Globo

O projeto foi aprovado no mês passado pelo Congresso. A lei fixa os gastos federais em R$ 3,5 trilhões, valor que inclui despesas com juros e amortização da dívida pública (R$ 1,7 trilhão).

Maia ocupa temporariamente a função do presidente Michel Temer, que está em Portugal, para o funeral do ex-presidente português, Mário Soares.

Em dezembro, o Orçamento, com relatório do senador Eduardo Braga (PMDB-AM), foi aprovado na íntegra. Do total dos R$ 3,5 trilhões, R$ 946,4 bilhões para o pagamento dos encargos da dívida pública. Assim, o Orçamento líquido da União (descotado os encargos) é de R$ 2,55 trilhões.

A despesa com a folha de pessoal da União (Executivo, Legislativo e Judiciário) é de R$ 306,9 bilhões. Do total, o Orçamento de Investimentos das estatais é de R$ 90 bilhões.


Comentários por Disqus